Com o fim próximo do primeiro turno do NBB, a disputa entre Mogi das Cruzes e Corinthians foi ainda mais acirrada e decidida apenas na prorrogação. Depois de o time alvinegro ficar com a vantagem na maior parte do embate, os donos da casa mostraram boa recuperação para empatar, com o placar em 86 a 86, e forçar o tempo extra. Melhor para anfitriões que, no Ginásio Hugo Ramos, conseguiram superar os rivais com o marcador em 102 a 96, neste sábado.

Enquanto o Mogi chegou no duelo depois de uma boa sequência, o Corinthians vinha longe de sua melhor fase. Agora, o time alvinegro acumula quatro derrotas seguidas. O Mogi, por sua vez, saiu de quadra garantindo espaço no Super 8, competição de fim de ano.

No primeiro quarto, os donos da casa saíram à frente, mas não demorou muito para os rivais reagirem. Apesar de o Corinthians não largar a vantagem, os liderados por Guerrinha conseguiram manter a consistência no jogo para mantê-lo equilibrado em todo período.

Na segunda parcial, o grupo do Interior paulista até esboçou reação e acertou boas cestas de dois pontos. A terceira etapa foi parecida e o Corinthians seguiu na vantagem, chegando a abrir dez pontos. Mas foi nos segundos finais da quarta parcial que o Mogi reagiu para empatar e forçar a prorrogação.

Deodato errou algumas tentativas, mas foi o cestinha do tempo regular com 21 pontos. O posto só foi perdido porque, adiante, Batista somou seus outros e anotou 27. Giovannoni mostrou sua importância para a equipe alvinegra e puxou o time com 19 pontos e cinco rebotes antes do primeiro apito final. Quem também se destacou foi Parodi, dono de 14 pontos, seis rebotes e seis assistências no tempo regular.

Na prorrogação, o Mogi entrou para vencer. Explorou bem a defesa e arriscou no ataque para marcar seis pontos a mais que os adversários na etapa. Agora, o grupo segue na quarta colocação e acumula 20 pontos — dois a menos que o Franca, dono da ponta. O Timão é o décimo colocado na classificação.

 



Source link

gostou ? entao curti e compartilhe nas redes socias